Tecnologia para vender imóveis em tempos de pandemia: quais são as novidades?

Entenda quais são as principais tecnologias que estão auxiliando as vendas de imóveis durante [e após] a pandemia

Imagem: Andrea Piacquadio no Pexels



Assine a newsletter
da Universidade Trisul

 

 

Em alguns posts, já abordamos que o mercado imobiliário precisou se adaptar durante a pandemia, sendo que o uso da tecnologia tornou-se rotineiro na tentativa de manter o relacionamento com os potenciais clientes. 

 

De acordo com a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), comprar ou alugar imóveis de forma 100% digital passou a ser uma realidade para diversos perfis de clientes. 

 

Para isso, esse mercado conta com as seguintes tecnologias:

  • Visitações virtuais;
  • Vídeos feitos com drones;
  • Plantas em 3D;
  • Uso de QR Codes;
  • E muito mais. 

 

O uso destas tecnologias ajuda os clientes a escolherem os imóveis com um número muito menor de deslocamentos: ou seja, de maneira muito mais assertiva.

 

Por isso, no post de hoje vamos entender quais são as principais tecnologias que estão auxiliando as vendas de imóveis durante (e após) a pandemia.

 

Vantagens do uso de tecnologias no mercado imobiliário

Como vimos, a pandemia acelerou algumas tendências em diversos setores, inclusive no mercado imobiliário.

 

Para manter seu fluxo de vendas, mas respeitando as restrições sanitárias impostas, o setor precisou adotar novas formas em diversos processos, desde o anúncio, a divulgação, as visitas e, até mesmo, na parte burocrática. 

 

E as tecnologias adquiriram um papel relevante e de destaque neste “novo normal” para o mercado imobiliário, sendo suas principais vantagens:

  • Clientes com mais autonomia: os clientes adquiriram mais autonomia de espaço e de tempo com acesso, em tempo real, a diversas informações para uma tomada de decisão mais assertiva. 
  • Segurança de dados: as tecnologias utilizadas pelo setor imobiliário contam com ferramentas capazes de assegurar a integridade dos dados, além do sigilo das informações disponibilizadas.

 

Algumas tecnologias que podem ajudar a venda de imóveis

Vamos explicar aqui três tecnologias que têm se destacado na ajuda para a venda de imóveis. 

 

Decorado virtual 3D

Quando uma pessoa ou uma família estão procurando um novo imóvel, uma das fases mais importantes é a visita ao decorado, não é mesmo?! Experimentar e visualizar o layout e a decoração ajudam o cliente a tomar uma decisão. Porém, com a pandemia, todos tiveram que fazer adaptações.

 

As pessoas já não tinham tanta disposição (e coragem) para fazerem diversas visitas aos decorados: era necessário serem mais assertivos e reduzir, drasticamente, esse número de idas e vindas.

 

Neste contexto, os decorados virtuais 3D tornaram-se ainda mais importantes na jornada dos interessados. Os decorados virtuais possibilitam fazer um tour pelo apartamento já decorado para conhecer todo o imóvel de maneira virtual. Assim, os interessados só irão ao local se o decorado virtual atender às expectativas.  

 

Além disso, os decorados em 3D possibilitam a diversificação da decoração e do layout dos mesmos espaços, pois tudo é feito de maneira virtual por um escritório especializado. 

 

Tour virtual

Já o tour virtual difere do decorado virtual 3D. O tour virtual é uma forma imersiva de mostrar o ambiente real em todos os ângulos ao cliente. Desta forma, o usuário tem a sensação de realidade do respectivo espaço, pois essa tecnologia gera a impressão de imersão no ambiente retratado. 

 

De acordo com o CRECI/ES, os tours virtuais possuem efeitos que ajudam a realçar a percepção de espaço e detalhes dos imóveis. Porém, o grande segredo de um tour de sucesso está na qualidade, não somente das fotos, como também das informações que ele apresenta. 

 

Essa tecnologia é muito mais completa, pois proporciona uma sensação muito próxima à visitação presencial, podendo observar cada detalhe do imóvel. 

 

Além disso, o tour virtual acaba garantindo maior confiabilidade às descrições realizadas pelos sites, sobre os imóveis que estão à venda.

 

QR codes

Atualmente, há diversos geradores gratuitos de QR codes. Eles podem ser muito úteis para o mercado imobiliário, seja em panfletos ou placas (como a tradicional “vende-se”). 

 

Ao escaneá-lo com a câmera do celular smartphone, o cliente pode ser direcionado às informações específicas, tais como sites, textos, e-mails, WhatsApp, PDFs e, até mesmo galerias de fotos ou vídeos. 

 

Algumas plataformas que oferecem o serviço de geração de QR Code de maneira gratuita:

 

Gostou do nosso post? E que tal continuar atualizado sobre novas tecnologias, o mercado imobiliário, dicas, tendências para a construção civil e ações para uma maior sustentabilidade? 

 

Outros posts que podem te interessar:

 

Continue acompanhando os nossos posts aqui na Universidade Trisul.