O que é a Certificação EDGE?

Entenda o que é a certificação EDGE, suas características, como ela funciona e conheça as diferenças em relação à certificação LEED e AQUA.

Imagem: Mike Ramírez por Pixabay 

 

 

Assine a newsletter
da Universidade Trisul



Certificação EDGE é uma certificação para projetos de edifícios sustentáveis que chegou ao Brasil. Diferentemente de outras, esta certificação foi criada pelo Banco Mundial e foi pensada exatamente para países emergentes. 

 

Por isso, neste post vamos entender o que é a certificação EDGE, suas características, como ela funciona e conhecer as diferenças em relação à certificação LEED e AQUA.

 

O que é a Certificação EDGE?

De acordo com o Green Business Certification Inc (GBCI), EDGE é um sistema de certificação de edifícios ecoeficientes visando tornar os edifícios mais eficientes em termos de recursos. O GBCI administra a certificação EDGE em mais de 120 países em todo o mundo.

 

A certificação EDGE (Excellence in Design for Greater Efficiencies) foi criada pelo International Finance Corporation (IFC), entidade ligada ao Banco Mundial, com o intuito de incentivar a sustentabilidade em empreendimentos de diversas tipologias nos países emergentes.

 

Assim, o EDGE permite às equipes de projeto e aos proprietários avaliarem as formas mais econômicas de incorporar opções de redução de energia e água em seus edifícios.

 

Além disso, a certificação EDGE possui 6 tipologias de projeto: 

  • Residenciais;
  • Hospitais; 
  • Edifícios de escritório; 
  • Edifícios educacionais ou escolares;
  • Comércio; 
  • Hotéis.

 

Como funciona a certificação EDGE?

De acordo com o Portal Forte, diferentemente da certificação LEED, por exemplo, que leva em consideração diversos fatores, o sistema EDGE simplifica o processo ao focar em apenas em três principais categorias responsáveis por causar maior impacto ambiental na construção civil, que são:

  • Consumo de Energia;
  • Consumo de Água;
  • Energia Incorporada nos Materiais utilizados.

 

Como é feita a certificação?

O Portal EAC explica que o EDGE se baseia em um sistema online que contém informações sobre o consumo de água e energia das construções típicas de cada região. 

 

Assim, a certificação é obtida pelos empreendimentos capazes de reduzir em, pelo menos, 20% o uso de água, eletricidade e também da energia utilizada na fabricação dos materiais empregados no projeto. 

 

O processo de certificação começa com os responsáveis pela obra acessando o site e inserindo as características do projeto. É importante lembrar que essa não é uma certificação pós-implantação. 

 

Além disso, a ferramenta tem flexibilidade: é possível, com o passar do tempo, ir aumentando seu nível de exigência. Como a redução de 20% é comparada com a média dos demais empreendimentos da região, se a maioria alcançar esse desempenho, a nota de corte passa a ser mais alta. 

 

Outro detalhe interessante: a ferramenta é de acesso gratuito. O que é pago é a solicitação da certificação. 

E o IPTU verde?

O IPTU Verde é um incentivo fiscal que surgiu com o intuito de estimular uma maior consciência para a preservação ambiental. As regras para se beneficiar dele variam de município para município. 

 

Porém, de maneira geral, o IPTU Verde funciona como um desconto para o morador que construir ou reformar o seu imóvel implantando sistemas ambientalmente eficientes. 

 

É importante destacar que os possíveis descontos no IPTU também servem para empreendimentos imobiliários que adotam iniciativas sustentáveis durante a fase de construção, assim como durante o seu funcionamento. 

 

Empreendimentos certificados com o Sistema EDGE Buildings são elegíveis a desconto no IPTU de acordo com a legislação do IPTU Verde em cidades como Salvador e Belo Horizonte (fonte: ca-2). 

 

E as outras certificações?

De acordo com o Portal BW, os dois sistemas de certificação mais populares aqui no Brasil - LEED e AQUA - são sistemas relativamente complexos. 

 

Além disso, eles acabam sendo muito mais onerosos financeiramente. Assim, a certificação EDGE torna-se uma alternativa para empreendimentos em países emergentes e tem também chancela internacional.

 

Gostou de saber mais sobre a certificação EDGE que chegou ao Brasil? E que tal você continuar se atualizando sobre temas relacionados com a construção civil e a sustentabilidade? Outros posts que podem te interessar:


Continue acompanhando os nossos posts aqui na Universidade Trisul.