Biofilia: entendendo o conceito e formas de implementação no projeto

O que é o conceito de design biofílico, seus benefícios e quais são os principais elementos que podem ser utilizados para uma construção mais integrada à natureza.

 

 

A sustentabilidade tem se tornado cada vez mais presente em diversas esferas. Na construção civil esta tendência tem se fortalecido muito nos últimos anos e percebe-se uma maior curiosidade e interesse por construções que agreguem a sustentabilidade com o conforto dos usuários, além de uma maior integração ao entorno. Por isso, a biofilia tem ganhado diversos adeptos. No post de hoje, vamos entender o conceito de design biofílico.  

 

O que é biofilia?

O termo biofilia vem do grego e, em uma tradução direta, significa “amigo da natureza”. A biofilia é uma tendência na arquitetura e no design de interiores que tem ganhado muito destaque e tem como princípio projetos que se baseiam na conexão das pessoas com a natureza para melhorar o bem-estar. Para isso, tenta-se incorporar as características da própria natureza às construções, como água, vegetação, luz natural e elementos como madeira e pedra. Além disso, outra característica da biofilia na arquitetura é o uso de formas e silhuetas que remetem à natureza, além de utilizar a luz e a sombra como elementos visuais importantes. 

 

Benefícios do design biofílico

Como o objetivo da biofilia é a integração do espaço construído com a natureza e, para isso, utiliza-se elementos naturais para a própria construção, estima-se que tais ambientes reduzem o estresse e melhoram a criatividade. No caso de hospitais, por exemplo, pode colaborar para uma recuperação mais rápida dos pacientes. 

 

Assim, o design biofílico é importante nos mais diversos tipos de construção, desde aquelas residenciais quanto aquelas corporativas. Como as pessoas passam, em média, 8 a 9 horas por dia no ambiente laboral, estar em um local no qual há a integração do espaço construído com a natureza pode afetar, positivamente, a produtividade e bem-estar dos funcionários. 

 

Elementos do design biofílico

Destacamos aqui os principais elementos da biofilia que são utilizados nos projetos e nas construções. 

 

Madeira

A utilização da madeira é muito presente dentro do conceito de biofilia, pois é um material natural e extremamente versátil, além de oferecer muitas formas de conexão com o espaço exterior, além de cores e texturas extremamente diversificadas. Além disso, a madeira (com origem legal e certificada) também é um material que traz sustentabilidade para a construção, além de ser um componente mais leve. Uma outra vantagem do uso da madeira é que ela pode proporcionar mais conforto térmico e acústico quando utilizada para dar forma a piso e a paredes. 

 

Porém, um desafio do uso da madeira é a mão de obra especializada, pois muitos tipos de madeira exigem conhecimentos específicos para otimizar seu uso e suas aplicabilidades. 

 

 

Luz natural

A utilização eficiente e criativa da luz natural nos interiores é uma das formas de integrar a construção com a natureza, além de trazer economicidade em relação ao consumo de energia elétrica. Para isso, pode-se priorizar as grandes janelas, assim como também a instalação de películas nos vidros, que possibilitam a iluminação do sol no ambiente, mas mantendo a privacidade para quem está do lado de dentro.

 

Vegetação

Trazer o verde para dentro dos ambientes (e para fora) é uma outra forma de integrar a construção com o espaço natural. As plantas, além de trazerem beleza, auxiliam na purificação de ar dos ambientes, assim como gera um maior conforto térmico para os usuários. 

 

Formas orgânicas

Os materiais e formas mais comuns na construção civil, no geral, apresentam ângulos retos. Já as formas orgânicas (que são sinuosas e imitam os elementos naturais) trazem harmonia para o ambiente, além de oferecer uma sensação de bem-estar. 

 

Água

A inserção de fontes, lagos e espelhos d´água são formas criativas de integrar a natureza no design biofílico. Além do efeito estético, há o barulho da água que pode despertar outras sensações de bem-estar. 

 

Assim, integrar os conceitos da biofilia nos projetos é uma alternativa viável em busca de construções cada vez mais sustentáveis.

 

Quer continuar atualizado sobre as inovações e tendências para a construção civil? Acompanhe sempre nossos posts aqui na Universidade Trisul.