Interfaces Prediais

Assine a newsletter
da Universidade Trisul

 

Os projetos de instalações harmoniosamente integrados aos demais projetos do edifício permitirá fácil operação e manutenção das instalações. Mas, pelo fato de as instalações do edifício ficarem embutidas (ocultas), pouca importância é dada a seu projeto, sendo muito comum a execução de obras sem projetos e ricas em improvisações e gambiarras na busca de maior economia utilizando-se materiais de qualidade inferior que, somados à baixa qualificação da mão de obra, acaba por comprometer a qualidade no final da obra.

Durante trinta anos atuando como projetista de instalações prediais tive a oportunidade de constatar vários problemas de compatibilização entre os projetos arquitetônico, estrutural e de instalações hidráulico-sanitárias e elétricas. Além da incompatibilização, também pude constatar vários problemas relacionados à elaboração, leitura e compreensão dos projetos durante a execução das instalações.

Por outro lado, atuando na área acadêmica desde 1994, como professor da disciplina de instalações prediais em faculdades de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil, pude observar a carência e a importância de uma bibliografia que atendesse às necessidades de aprendizado e até mesmo de consulta por parte dos profissionais que atuam na construção civil, sobre as interfaces físicas e funcionais do projeto arquitetônico com as instalações do edifício.

As instalações prediais constituem subsistemas que devem ser integrados ao sistema construtivo proposto pela arquitetura, de forma harmônica, racional e tecnicamente correta.

Quando não há coordenação e/ou entrosamento entre o arquiteto e os profissionais contratados para a elaboração dos projetos complementares, pode ocorrer uma incompatibilização entre os projetos, o que, certamente, aparecerá depois, durante a execução da obra, gerando inúmeras improvisações para solucionar os problemas surgidos, visando finalizar a execução das instalações.

Atualmente, a tecnologia BIM (building information modeling ou modelagem de informações de construção) vem sendo cada vez mais utilizada por escritórios de arquitetura e engenharia, tanto no Brasil quanto no exterior. Trata-se de um conceito que envolve o gerenciamento de informações dentro de um edifício desde sua fase inicial de projeto, para o qual é criado um modelo digital que abrange todo o ciclo de vida da edificação. O estudo das instalações prediais e suas interfaces com o projeto arquitetônico é condição básica para que arquitetos e engenheiros utilizem essa nova tecnologia, que surge no mercado para o total gerenciamento de edificações.

Um projeto arquitetônico elaborado com os equipamentos adequadamente localizados, tendo em vista suas características funcionais, compatibilizado com os projetos de estrutura, fundações, instalações e outros pertinentes, é condição básica para a perfeita integração entre os vários subsistemas construtivos.
Embora no mercado existam bons livros sobre instalações prediais, como autor da Editora Blucher, tive a preocupação de escrever meus livros com a finalidade de apresentar aos arquitetos, engenheiros e alunos do curso de arquitetura e urbanismo e engenharia civil uma visão conceitual mais didática, prática e simplificada dos vários subsistemas das instalações prediais, bem como mostrar a necessidade de integração dessas instalações com os demais subsistemas construtivos envolvidos na construção do edifício.

Prof. Eng. Roberto de Carvalho Júnior

www.robertodecarvalhojunior.com.br

Engenheiro civil, licenciado em Matemática, com habilitação em Física e Desenho Geométrico. Pós-graduado em Didática do Ensino Superior. Mestre em Arquitetura e Urbanismo .

Projetista de Instalações Prediais desde 1982, já elaborou inúmeros projetos de edificações de médio e de grande porte, executados em várias cidades do Brasil.
Desde 1994, atua na área acadêmica, em faculdades de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil, como professor universitário das disciplinas de instalações prediais.

É autor dos livros “Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura”; “Instalações Elétricas e o Projeto de Arquitetura”; “Patologias em Sistemas Hidráulico-Sanitários” ; “Instalações Prediais Hidráulico-Sanitárias – Princípios básicos para elaboração de projetos” e “Interfaces Prediais”. Todos editados pela Blucher de São Paulo.

Atualmente, é consultor independente e trabalha na área acadêmica, ministra cursos e palestras discorrendo especificamente sobre assuntos relacionados a sua área de atuação como consultor independente.

Livros do autor: