Certificação WELL - sustentabilidade e bem-estar nas construções

Conheça o padrão de construção WELL, quais seus diferenciais e como obter a certificação.

Foto Divulgação/Symantec

 

Assine a newsletter
da Universidade Trisul

 

Sustentabilidade e qualidade de vida são requisitos cada vez mais exigidos pelos consumidores. 

 

Na construção civil não é diferente. Além de bonito e funcional, o ambiente residencial ou corporativo precisa também ser bom para o planeta e para a saúde de quem nele habita. 

 

É neste contexto que surge a certificação WELL Building Standard.

 

O padrão de construção foi lançado em 2014 pelo International WELL Building Institute (IWBI) e leva em consideração 102 requisitos, divididos em sete categorias: 

  • Ar;
  • Água;
  • Alimento;
  • Luz;
  • Fitness;
  • Conforto;
  • Mente.

A certificação WELL está dividida em três níveis de certificação disponíveis: prata, ouro e platina — que variam de acordo com a quantidade de critérios que o projeto atende.

 

Diferenciais das construções com padrão WELL

Administrado em parceria com o órgão certificador Green Building Certification Institute (GBCI), a certificação WELL é complementar à certificação internacional LEED. 

 

O principal diferencial é que as construções com padrão WELL tem como principal objetivo melhorar a saúde, bem-estar e desempenho dos ocupantes das edificações.

 

Além disso, segundo Paul Scialla, Diretor do Internacional WELL Building Institute, os ambientes com certificação WELL também são capazes de impactar positivamente na alimentação, condição física, humor, padrões de sono e o desempenho de quem neles habitam.

 

Outro diferencial dos edifícios com certificação WELL, principalmente as construções residenciais, é em relação à economia. 

 

Além de diminuir os custos menos com saúde, os empreendimentos certificados também têm um valor agregado muito maior do que outros imóveis, com uma taxa de venda mais alta.

 

Case Setri

Aqui no Brasil, o primeiro imóvel com certificação WELL é a sede da SETRI, uma empresa de consultoria em sustentabilidade localizada em São Paulo. 

 

O escritório comercial, que fica em um edifício antigo, conta com 50 m² de área total construída e apenas três ocupantes, os sócios. 

 

Algumas instalações e mudanças realizada a partir do padrão WELL, foram:

  • Novos filtros no sistema de ar condicionado, visando regular a umidade do ambiente
  • Lâmpadas de coloração mais confortável e adequada às tarefas de um escritório
  • Iluminação de tarefa e ventiladores de mesa como forma de trazer conforto e autonomia aos profissionais;
  • Equipamentos que monitoram os níveis de qualidade do ar e iluminância;
  • Novos produtos e equipamentos de limpeza e higiene pessoal e orientação de novos procedimentos de manipulação e uso desses produtos. 
  • Novo mobiliário e adaptação do mobiliário existente para melhorar a ergonomia e conforto, trazendo mais flexibilidade e movimentos físicos aos usuários como estações para trabalhos para tarefas de pé e pequenas bicicletas ergométricas embaixo das mesas;
  • Plantas para maior contato do usuário com a natureza
  • Políticas para incentivar hábitos de alimentação saudável, prática de atividades físicas e ao bem-estar, políticas de transporte alternativo, incentivo a práticas altruístas, a implantação de novos procedimentos de compras e descarte dos resíduos, entre outras.

Como obter a certificação WELL

 

A primeira etapa para obter a certificação WELL é o registro do empreendimento e envio da documentação pela plataforma digital WELL Online. 

 

O primeiro pré-requisito para a inscrição é que a edificação tenha ao menos 50% de sua ocupação durante o período mínimo de um mês.

 

Após passar por modificações e/ou readequações, o imóvel será avaliado por um auditor. 

 

Na inspeção visual in loco, além de avaliar os requisitos, o auditor também irá coletar amostras de água e ar que devem estar dentro dos parâmetros aceitáveis pelo padrão WELL.

 

Caso o projeto atenda a todos os requisitos, então o empreendimento estará pronto para ser certificado no nível prata, ouro ou platina. 

 

Além disso, a cada três anos, o projeto deverá ser recertificado, a fim de garantir a manutenção dos níveis projetuais e operacionais ao longo do tempo.

 

Taxa certificação WELL

A taxa de inscrição da certificação WELL varia de U$1.800,00 a U$4.200,00, conforme a tipologia e tamanho do projeto. 

 

Já o valor da certificação é cobrado por metro quadrado e também é variável conforme as necessidades do projeto, iniciando em U$5.000,00 — sem contar os custos com a auditoria in loco que chegam a 50% do investimento total.

 

Com a atenção das construtoras voltadas para o bem-estar das pessoas em seus ambientes de trabalho e descanso, a projeção é que a adesão de certificações sustentáveis como a WELL cresça cada vez mais. 

 

Para conhecer outros tipos de padrões de construção, confira nossos posts aqui na Universidade Trisul.