SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO DE ESCADAS

Trata-se de um sistema de controle mecânico do movimento da fumaça que pressuriza escadas de prédios, garantindo um ambiente livre de fumaça, em caso de incêndio.
Esse sistema também permite que os militares do Corpo de Bombeiros tenham melhores condições de combater o fogo no edifício, sem contar a redução de custos ao empreendimento e aproveitamento de áreas.

A pressurização de escadas de edifícios tem o objetivo de manter o ambiente ( rota de fuga) livre de fumaça e gases tóxicos. Em caso de incêndio, a fumaça é o maior perigo, pois causa pânico, dificultando as ações de segurança pessoal. Portanto, deve ser o principal fator a ser considerado para evitar intoxicação e acidentes fatais.

DESCRIÇÃO DO SISTEMA:

O sistema é automatizado e trabalha juntamente com um gerador, sendo que a lógica de funcionamento permite em caso de incêndio, que por até duas horas, os ocupantes da edificação executem o plano de abandono de local através da escada, de forma segura. Importante destacar que o Condomínio executa testes automáticos mensais, visando garantir que o sistema funcione quando necessário o que também não dispensa o plano de manutenção preventiva como previsto por normas.

Muitas vezes o sistema de pressurização não requer grandes obras nas escadas já existentes e nos prédios em construção, lembrando que cada caso é analisado separadamente e previamente em projeto pelo Corpo de Bombeiros.
A pressurização e controle de fumaça já é uma realidade no nosso estado de São Paulo, e aceita em todo Brasil pelo Corpo de Bombeiros.

O sistema consiste em aplicar pressão positiva na caixa de escadas, através de um ventilador instalado em casa de máquinas. O ar exterior é filtrado e encaminhado até o interior da escada por meio de dutos metálicos. No caso de incêndio no prédio, o detector de fumaça (ou acionamento manual da portaria) ativa o ventilador que começa o trabalho de insuflar ar nas escadas. Com esse diferencial de pressão, quando as portas corta fogo de acesso as escadas são abertas, a fumaça não penetra nas escadas, o que assegura a desocupação do prédio com total segurança.
O excedente de vazão de ar insuflado na caixa de escadas é eliminado para o ambiente externo, através de aberturas na cobertura, controladas por registros de sobre pressão.

ESQUEMÁTICO PRESSURIZAÇÃO DE ESCADAS

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:
Eng. Mauro S. França / Air Systems Engenharia Ltda.
Colaborador: Eng. Carlos Yazbek