4 atitudes para garantir uma limpeza pós-obra eficiente

Saiba o que fazer e que etapas percorrer para realizar uma limpeza pós-construção com qualidade, agilidade e com o melhor custo-benefício

Imagem: La Miko de Pexels

Assine a newsletter
da Universidade Trisul

 

A limpeza pós-obra é uma etapa crucial antes da entrega do empreendimento para o cliente. Além de deixar o ambiente limpo e preparado para ser habitado, limpar a obra após sua finalização é uma atitude capaz de identificar defeitos de construção a tempo de serem corrigidos.

 

Mas, para que a limpeza pós-obra traga os resultados esperados, é necessário que ela seja realizada seguindo algumas recomendações e etapas. Confira abaixo quatro atitudes que garantem que ela ocorra de forma eficaz:

 

1. Tenha um planejamento


Uma boa limpeza pós-obra inicia ainda na etapa de projeto. Por isso, antes mesmo de produzir sujeira e entulho é importante planejar como, quando e onde esses dejetos serão descartados. Com isso, assim que a equipe especializada iniciar a limpeza, já saberá como será feita a gestão desses resíduos, o que poupa tempo e deixa o trabalho mais organizado.

 

Antes de iniciar a limpeza, também é importante realizar um planejamento e cronograma por cômodos, como forma de otimizar a execução das tarefas. 

 

2. Realize limpezas periódicas

Evitar o acúmulo excessivo de sujeira ao final da construção é essencial para uma limpeza pós-obra mais rápida e com melhores resultados.  Por isso, é recomendado retirar as sujeiras mais pesadas e superficiais no momento em que elas são geradas, principalmente resquícios de argamassa e concreto que são mais difíceis de limpar depois de secos.

Isso também vale para os entulhos maiores, que devem ser descartados periodicamente não só para agilizar a limpeza pós-obra, mas para também deixar o ambiente mais acessível e confortável para o trabalho durante a construção.

 

Imagem: Karolina Grabowska de Pexels

 

3. Utilize produtos e equipamentos adequados

Por envolver uma sujeira de difícil remoção, a limpeza pós-construção demanda produtos específicos e equipamentos adequados para ser eficaz. Assim, é necessário conhecer os tipos de materiais utilizados durante a obra para evitar que eles sejam danificados durante a limpeza com o uso de produtos não indicados.

Além disso, para uma limpeza pós-obra ainda mais eficiente é essencial utilizar equipamentos e instrumentos profissionais e apropriados para esse fim como máquinas de lavagem a seco, lavadoras de alta pressão e enceradeiras industriais. 

4. Uso de mão de obra especializada

 Além de tudo o que foi dito acima, contar com uma equipe qualificada certamente é o ponto principal para maximizar os resultados de uma limpeza pós-obra. Atualmente há inúmeras empresas que fornecem a mão de obra especializada nesse serviço. 

 Terceirizar essa etapa da obra geralmente consome menos tempo e menos custos do que treinar a própria equipe de construção para realizar o serviço. 

 Por já conhecerem os produtos, as técnicas e os equipamentos envolvidos na limpeza pós-obra, os profissionais garantem que o processo seja realizado com muito mais qualidade e produtividade. 

Etapas da limpeza pós-obra

 Outro ponto chave para garantir bons resultados em uma limpeza pós-obra é executar o serviço por etapas, observando a seguinte ordem:

  1. Antes de iniciar a limpeza pós-obra, é necessário preparar o ambiente e garantir que o espaço esteja o mais livre possível. Para isso, recolhe-se o lixo e ferramentas espalhadas e retira-se móveis e objetos - se houver e for possível;
  2. A limpeza deve começar pelas áreas mais afastadas da entrada do empreendimento e ser realizada sempre de cima para baixo: teto, paredes e por fim chão;
  3. A primeira etapa de limpeza pós-obra é a remoção da poeira. Na sequência vem a retirada de respingos de tinta, de gesso e de cimento em pisos frios e vidros;
  4. Feito isso, é hora de limpar janelas, caixilhos, portas e batentes a fim de remover sujeira e qualquer resquício de obra;
  5. Por fim, é realizada a lavagem e desinfecção dos sanitários.

 

Limpeza pós-obra e defeitos de construção


A Norma de Desempenho ABNT NBR 15575: 2013 – Edificações habitacionais – orienta que os profissionais responsáveis pela limpeza pós-obra sejam capazes de identificar defeitos de construção. 

Isso porque é muito comum que alguns problemas, principalmente em paredes, pisos e janelas, que estão diretamente ligados aos desempenhos térmico e acústico, sejam detectados somente após a retirada da poeira e entulho.

É por isso que empresas especializadas em limpeza pós-obra possuem ao menos um supervisor operacional em sua equipe. Esse profissional tem noções de construção civil e, além de coordenar o trabalho, também identifica e relata os defeitos ao engenheiro responsável. 

Quer saber mais sobre as etapas da construção civil? Então acompanhe nossos posts aqui na Universidade Trisul.