Projeções para a construção civil para 2020: o que você precisa saber para começar o ano na frente

Entenda as principais projeções econômicas e financeiras para a construção civil, assim como as tendências focadas em sustentabilidade para ajudar no planejamento para 2020.

projeções

O ano de 2019 está sendo marcado pela retomada do crescimento do setor da construção civil, após 5 anos de sucessivas quedas. Assim, as perspectivas para 2020 são extremamente otimistas, com a consolidação deste crescimento para o setor. A Universidade Trisul preparou este material para você entrar em 2020 preparado para potencializar os seus resultados ao longo do ano, focando nas tendências de sustentabilidade na construção civil.

Aqui você vai ver:

  • Projeções para o Mercado
  • Construção civil: tendências
  • Planejando 2020

Projeções para o Mercado

As variáveis econômicas relacionadas à construção civil tiveram variações que influenciaram positivamente o setor e a projeção que esse cenário continue com muita força ao longo de 2020. Vamos falar dos principais indicadores.

 

Índice de Confiança da Construção (ICST)

O ICST, produzido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mensalmente, apresentou em janeiro de 2019 o valor de 85,4. Em maio chegou ao patamar mais baixo do ano (80,7) e finalizou outubro com a maior alta de 2019, 87,5. Essa alta no índice reflete o otimismo em relação aos quatro quesitos que o compõem: Situação Atual dos Negócios; Carteira de Contratos; Expectativas com relação à evolução do Volume de Demanda nos três meses seguintes; e Expectativas em relação à evolução da Situação dos Negócios da Empresa nos seis meses seguintes.

 

Desempenho do Mercado Imobiliário

Há uma relação muito direta entre o desempenho do mercado imobiliário e a construção civil. Do ponto de vista da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o setor está em crescimento acelerado. De janeiro a setembro de 2019, 56.069 unidades foram lançadas, sendo um volume 9,9% maior em relação ao mesmo período de 2018.

Uma situação que está contribuindo para esse aquecimento do mercado imobiliário é a queda sucessiva da taxa básica de juros (taxa SELIC) divulgada pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Ela finalizou o ano em 4,5% (patamar mais baixo histórico) e as projeções que ela volte a cair durante reunião do Copom do início do ano. Ou seja, se tais projeções tendem a se fortalecer mais em 2020, o que trará fortes impactos positivos para o crédito imobiliário.

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP) comemora os resultados ao longo de 2019: para se ter uma ideia dos resultados, setembro atingiu a marca de R$ 7,59 bilhões crédito imobiliário, o maior resultado mensal desde maio de 2015. Foram financiados, tanto nas modalidades de aquisição quanto de construção, 27,2 mil imóveis em setembro, 31,5% acima do registrado no mesmo mês do ano anterior. Este foi o melhor resultado mensal dos últimos 49 meses.

Outro fator que tem impactado o setor são as linhas de financiamento. Além de ter ficado mais acessíveis com as quedas da taxa SELIC, a Caixa Econômica Federal, o maior agente financiador imobiliário do país, lançou uma nova linha de financiamento corrigida pela inflação extremamente atrativa. Além disso, vai lançar nos primeiros meses de 2020 um financiamento pré-fixado. Ou seja, todos esses movimentos facilitam o acesso ao crédito imobiliário e o aumento da demanda.

 

Construção civil: tendências

Para apoiar o planejamento das empresas e profissionais do setor da construção civil para o ano de 2020, destacamos aqui 3 (três) tendências que estarão em evidência:

 

Tendência 1 – Sustentabilidade:

A busca pelo equilíbrio entre a preservação do meio ambiente e o crescimento econômico continuará sendo os dos pilares para a construção civil em 2020. A busca por práticas e ações mais sustentáveis já não é uma exigência legal: cada vez aumenta mais a demanda por espaços com essa preocupação e com inovações que utilizem de maneira inteligente os recursos, seja por economicidade, seja por consciência ambiental. Falar de sustentabilidade na construção civil remete a inúmeras vantagens como, por exemplo:

  • Baixo custo em longo prazo.
  • Economia de recursos naturais.
  • Preservação ambiental.

É fundamental sempre pensar em como integrar boas práticas relacionadas com a sustentabilidade em todas as fases da construção, desde o seu planejamento.

 

Tendência 2 – Retrofit de construções antigas:

Retrofit é um processo de atualização e remodelação do uso de edifícios diferente de uma reforma comum. Numa tradução livre para o português, seria uma “reconversão”, ou seja, uma intervenção em um espaço com o objetivo de reaproveitamento e modernização da construção, preservando a sua identidade arquitetônica original. Esse processo tem se expandido no Brasil, pois traz inúmeras vantagens, tais como:

  • Valorização do edifício para o mercado imobiliário.
  • Inserção de maior segurança à construção.
  • Aumento da sustentabilidade das edificações.
  • Revitalização de espaços urbanos.

Assim, integrar no portfólio da empresas projetos de Retrofit pode ser um diferencial marcante.

 

Tendência 3 – Coberturas e paredes verdes

A cobertura verde pode ser utilizada tanto em paredes como telhados contribuindo, desta forma, para um maior conforto térmico e acústico da construção. Há uma preocupação crescente por alternativas na construção civil que aliem sustentabilidade, beleza e conforto. Esses verdadeiros “jardins suspensos” são soluções que trazem um diferencial de beleza para o edifício. Além disso, pode ser integrado a soluções de aproveitamento de água de maneira eficiente.

 

Planejando 2020

Pelas projeções econômicas e financeiras, há uma grande expectativa que o ano de 2020 será bastante positivo para as empresas e profissionais da área de construção civil. As perspectivas são de um crescimento que irá perdurar nos próximos anos. Para potencializar os resultados, é necessário que as empresas façam um planejamento sólido e entenda que práticas de sustentabilidade são essenciais para conquistar mercados exigentes.

 

Agora que projetamos para você os principais cenários e tendências para 2020, é necessário que você e sua empresa estejam preparadas para esse crescimento do setor da construção civil. E para aproveitar esse excelente momento, é necessário contar com parceiros com experiência, conhecimento e credibilidade. A Trisul tem mais de 30 anos de experiência e mais de 200 empreendimentos entregues. Assine nossa newsletter e acompanhe nossas dicas e posts sobre o mundo da construção civil e sustentabilidade.

 

Conteúdo: VIBCOM