Contenções

A evolução do processo de contenções na construção civil.

Em meados da década de 60, os terrenos dos edifícios não tinham subsolo. Com todo o incentivo ao desenvolvimento da indústria automotiva, houve o aumento significativo dos carros e a necessidade de existirem mais vagas e garagens nos apartamentos. Assim, surge a necessidade das obras em adotar as contenções para uma maior escavação.

Na década de 80, já era bem mais comum existência de um ou dois subsolos em diversos prédios comerciais e residenciais. O desenvolvimento dos materiais de construção levou à evolução das contenções, como por exemplo a armação manual, telas metálicas, concreto projetado em fibras entre outros.

O surgimento dos sistemas mais modernos de contenção de solos evitam perda de área e permitem uma escavação mais profunda nos terrenos. As tecnologias mais modernas propiciam maior produtividade e melhor aproveitamento do terreno, com processos de escavação mais profundos, precisos e seguros.

Saiba mais em: Escavação, Fundações, Estrutura, Alvenaria, Instalações elétricas, Instalações hidráulicas, Impermeabilização, AcabamentosRevestimento externo, Entrega final e Entrevistas com Especialista.

 

Colaboração: Engº Antônio Sérgio Almeida Braga/APOIO ASSESSORIA E PROJETO DE FUNDAÇÕES